Crise convulsiva

Quando suspeitar que você está presenciando uma crise convulsiva

Durante uma crise convulsiva, a pessoa tem uma perda súbita de consciência, acompanhada de contrações musculares involuntárias (se debate), apresenta cianose (cor roxa, azulada), salivação intensa, (babando ou espumando), os lábios e dentes cerrados, podendo ranger os dentes, eventual liberação esfincteriana, ou seja, incontinência fecal e urinária.

Na fase pós-convulsiva, quando a crise cessa, o indivíduo apresenta sonolência, confusão mental, agitação, desorientação, perda de memória, cefaleia.

Como proceder durante uma crise convulsiva?

Nunca tente segurar o paciente durante a crise, por ele estar se debatendo, as contrações são muito fortes. Tentar segurar pode causar maiores danos. Apenas proteja, tente colocar algum casaco, almofada ou travesseiro sob a cabeça, para evitar que bata contra o chão. Nunca coloque a mão dentro da boca do paciente achando que ele pode engolir a língua, isso não irá acontecer. Durante a crise a mordida é involuntária e muito forte, você pode ter ferimentos sérios fazendo isso.

A crise convulsiva dura poucos minutos, se o paciente já é portador de epilepsia e faz uso de medicação, a crise pode acontecer. Aguarde a mesma cessar e observe, caso apresente crises seguidas, procure atendimento médico ou chame o serviço de urgência e emergência.

Caso o paciente não tenha histórico de crises convulsivas, e seja a primeira vez, procure atendimento médico.

É comum crianças apresentarem crises convulsivas em estado febril, neste caso também é recomendado procurar o serviço médico.

Por: Michelly Vieira – Tec. Enfermagem/Enfermeira e Socorrista de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência

COMPARTILHE

veja mais